terça-feira, 8 de julho de 2014

Ódio, essa palavra descreve tudo!

Olá borboletas,
Como vocês estão?
Eu estou bem mal, a gorda aqui, que emagrecer mais olha só, ela não para de comer! Sim eu tento, tento ficar de NF e LF mais não consigo, perdi o meu controle, todo dia falo que vou começar firme mais não consigo! 
Eu estou comendo sem controle, não posso ver nada na minha frente que já como, mesmo não estando com fome, estou com 69 kg e tudo que eu queria era tirar essa gordura toda com uma faca! Fingir já está virando minha especialidade, todo dia em que acordo, coloco um sorriso no rosto e saio para enfrentar mais um dia, fingindo gargalhar como eu fazia ate para as paredes, quando minha vontade é me esconder e chorar até... até não sobrar nada de mim.
Eu me odeio por saber que já estive com 59 kg, eu me odeio por saber que perdi o controle, eu me odeio por não conseguir suportar tudo que está em cima das minhas costas e me odeio mais ainda por saber que não estou sendo forte o bastante para conquistar o que eu quero.
Estou cada dia mais longe do meu objetivo, hoje parei e fiz as contas, faltam 29 kg para mim chegar onde eu quero, todas minhas amigas tem no máximo 55 kg, só eu que estou nesse estado critico. Não, eu não estou fazendo isso para ser aceita por elas, porque acho isso meio sem sentido, me desculpem se alguma de vocês está fazendo isso por esse motivo, mais se você está fazendo isso pelas outras pessoas e não por você, acho que deveria repensar os seus motivos para ser magra.
Mais estou fazendo isso por mim mesma, quero me sentir bem para sair, colocar uma roupa, me ver no espelho e me achar bonita, quero tirar fotos e ter coragem de postar em qualquer lugar porque vou estar magra, vou me sentir bem fazendo isso!
Parei de me cortar faz umas 2 semanas, não está sendo fácil, mais minha mãe disse que se eu não parasse de fazer isso, em qualquer lugar do meu corpo, iria me internar, porque segundo ela, quem faz isso é quem não tem valor a vida, que não merece viver, que é uma pessoa completamente louca. Mais o que ela não entende, que esse era o meu único meio de desabafar, me sentir leve, de me sentir bem. Que quando eu sentia a lâmina abrindo minha pela, a dor e toda revolta ia embora pelo ralo, junto com o sangue. Mais não estou fazendo isso por ela, em momento algum, estou fazendo isso pela minha irmãzinha de 1 aninho, porque ela é o único motivo para mim me manter de pé todo dia.
E olha só, a gorda não parou de chorar um minuto só desde que começou a escrever esse texto, que otária né?
Mais tudo bem, já estou bem melhor de ter desabafado com vocês, sei que ficou muito grande e peço desculpas mais precisava desabafar, e esse é o único lugar que eu me sinto livre para falar o que eu sinto.
Mil beijos para todas vocês que amo muito ♥♥♥ 
                                                     

2 comentários:

  1. As pessoas não entendem o que acontece com a gente e nunca vão entender... afinal é a nossa busca pela felicidade.. fique forte que logo as coisas se ajeitam....

    ResponderExcluir
  2. Pois é, cada dia fica mais dificil de não me render a tudo, mais a cada dia que eu seguro e choro e coloco um sorriso no rosto eu fico mais forte para aguentar cada dia, e espero que as coisas se ageitem logo mesmo...
    Beijos querida, obrigada pelo o apoio!

    ResponderExcluir